Tião Santos é destaque na abertura do Festival de Cinema Ambiental de YALE, nesta segunda, nos EUA


Um dos líderes dos catadores de materiais recicláveis do Brasil e um dos fundadores da Rede Agrega Rio, ele debaterá o tema do lixo no mundo, ao lado de especialistas internacionais.

Com o tema do lixo e a sua transformação cada vez mais recorrente, o fechamento de Jardim Gramacho se aproximando e a sustentabilidade em alta, Tião Santos, personagem principal do filme Lixo Extraordinário e um dos líderes dos catadores de materiais recicláveis do Brasil, estará na prestigiada Universidade de YALE, nesta segunda-feira, a partir das 17h. Tião participará da abertura do Festival de Cinema Ambiental de YALE (EFFY) para debater a questão do lixo.

O debate, após a exibição do filme, será conduzido pelo Diretor do “Clinton Global Initiative,” para projetos de reciclagem em países em desenvolvimento.

Tiao Santos

Tiao Santos

Com toda sua experiência de vivência com o lixo, desde os 11 anos de idade e sua liderança natural, Tião Santos falará do lixo no Brasil, do poder de transformação do mesmo, que aprendeu com o filme, e dos projetos futuros com a recém lançada Rede Agrega Rio. A Rede, uma união de cooperativas de catadores de materiais recicláveis, ligada ao Movimento Nacional dos Catadores, visa a valorização e melhoria das condições de trabalho dos catadores e que tem como principal objetivo, fazer com que os catadores se tornem empreendedores e transformem o lixo em dinheiro. A primeira mudança será a forma de trabalho dos catadores, que não mais catarão com as mãos. Eles trabalharão com um sistema automatizado, em ECOPOLOS (Centrais de Valorização, com implantação inicial prevista para junho) e terão uma maior capacidade produtiva. O Kg de PET reciclado, que hoje rende até R$ 0,90, passará a valer R$ 4,00, no seu valor agregado,já transformado em “flake,” o produto final que as indústrias compram.

Estudo feito pela Rede, mostra que os catadores, mesmo com as máquinas, terão emprego nos diferentes estágios do processo e em variadas áreas que estão se abrindo com este novo momento e a aprovação, no dia 23 de dezembro de 2010, da Política Nacional de Resíduos Sólidos, que obriga os municípios a fazerem a coleta seletiva. Dez plantas de “Centrais de Valorização – Ecopolos,” – estão planejadas para a região metropolitana do Rio de Janeiro, atuando com a maximização dos ganhos de logística de Coleta dos Materiais, com equipamentos que permitem maior escala de produção, para atingir as metas estabelecidas na Política Nacional de Resíduos Sólidos.
Com estes novos postos de trabalho, os catadores já estão sendo preparados e treinados para assumirem o importante papel na sociedade do Rio de Janeiro, de fazerem a coleta seletiva e a partir daí, transformarem o lixo.

O EFFY vai de 28 de março a 03 de abril, no Whitney Humanities Center – 53 Wall Street – http://environment.yale.edu/film/home

@redeagregario


 

Siga CaxiasDigital no Twitter

Related Posts with Thumbnails

Um Comentário em “Tião Santos é destaque na abertura do Festival de Cinema Ambiental de YALE, nesta segunda, nos EUA”

  • carla escrito em 28 março, 2011, 10:55

    qual os quais as providencias serão tomadas para eliminar com o acumulo do lixo entorno do aterro e em todo o bairro de Jardim Gramacho?
    Como será a limpeza do bairro após a desativação (ou a pre)da entrada de caminhões no aterro? 
    Por que esse excedente de lixo está em todo o bairro e principalmente no em torno e  possibilita  inúmeras doenças que podem atingir  não só a quem mora  mas em geral. Se não tomarem providencias poderão contaminar  toda a nossa  região pois  este lixo está  a céu aberto. Este problema não é um caso  isolado que merece um grande estudo.